domingo, 6 de dezembro de 2009

Encontrei o equilíbrio contejando a insanidade II

Enlouquecer o necessário para ser feliz...

Qual é o limite da loucura?

Quando somos loucos e felizes? E quando passamos o limite da loucura e nos tornamos paranóicamente insanos?
Será a loucura algo sem limite?
Fazer o que se quer, falar o que se sente, beijar e abraçar quando der vontade, chorar quando precisar, sorrir quando sentir e morrer quando tudo se calar...
Serão apenas os insanos felizes?

Tirar as máscaras, arrebentar as correntes, se livrar das cargas, dos medos e ser, apenas ser...

A insanidade pode ter dois lados. Expor seus medos, e ter assim que confrontá-los. Ressaltar à vida uma pitada de coragem e loucura e alcançar uma felicidade alternativa. Ou cair se deparando com a verdade de seu próprio eu e descobrindo o lado doente da insanidade.

Enlouquecer... se despir em frente ao espelho e enxergar profundamente. Ter a coragem de ser insano ou a insanidade de ter coragem de conhecer a si próprio, de se enfrentar e um dia vencer.

Ser louco, ser insano, ser sempre o que se é... ser feliz!

Até dez




"O sol está brilhando através das minhas mãos pode te queimar, pode te cegar quando foge dos punhos... Ele cai ardente em seu rosto ele cai dolorosamente em seu peito o equilíbrio é perdido... Ele te deixa ir duramente ao chão e o mundo conta alto até dez."

domingo, 15 de novembro de 2009

Bobagens!

" - yami.t -[/c=11] diz:

negro na part d dentro.. sou preto, o mal.. as trevas.. as sombras.. a escuridão.. o lucifer, o demonio, o caido, o renegado, a besta, a desgraça, o cruel, o miseravel, o pecador, o morto, o caótico, o catostrofico, o apocalipse... etc..."

4]Allêe Shaoran Kazaf[/c=6] diz:

eu sou lindo,bondozo. puro.gostoso feliz e estupendamente... legal

[c=4] - yami.t -[/c=11] diz:

Vc é gay..."
 


[eu sou podre eu sei  de ter postado isso,Yami.t]

Casa Pré - Fabricada

Abre os teus armários eu estou a te esperar

Para ver deitar o sol sobre os teus braços castos
Cobre a culpa vã ... até amanhã eu vou ficar
E fazer do teu sorriso um abrigo.


Canta que é no canto que eu vou chegar
Canta o teu encanto que é pra me encantar
Canta para mim, qualquer coisa assim sobre você
Que explique a minha paz, tristeza nunca mais




Mais vale o meu pranto que esse canto em solidão
Nesta espera o mundo gira em linhas tortas
Abre essa janela, primavera quer entrar
Pra fazer da nossa voz uma só nota.


Canto que é de canto que eu vou chegar
Canto e toco um tanto que é pra te encantar
Canto para mim qualquer coisa assim sobre você
Que explique a minha paz. Tristeza nunca mais.

(LOS HERMANOS)    

PS.: sou eu na foto!! ^^'

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sinais que indicam que você é muito feio.

Esse pessoal anda muito triste ultimamente...e de triste basta eu !!
Então pra vcs sorrirem nessa infelicidade toda, achei isso... ^^



1. As únicas pessoas que acharam você bonito foram as amigas da sua vó, pois nem sua vó achou.


2.(para os adolescentes) Você tem tanta espinha que faz as unhas com as buchechas.


3. Os dentes de um macaco são mais justapostos que os seus.


4. Você só foi beijado por uma mulher quando quase morreu afogado e ela teve que fazer respiração boca a boca.


5. (para mulheres) sua bunda tem tanta celulite que as pessoas poderiam usar elas para jogar golf.


6. Suas sobrancelha são tão juntas e grossas que as pessoas confudem com uma faixa amarrada em sua cabeça.


7. você tem uma verruga tão grande que as pessoas batem na sua cabeça tentando tira-la, pensando que é um besouro.

8. Seus pêlos no nariz são tão grandes que você poderia usa-los para escovar os dentes.


9. O médico foi examinar suas canelas e acabou examinando as coxas.




Depois que eu li esses sinais percebi que não sou tão feia assim. :p


sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Ninguém acredita em mim

No dia em que eu nasci
Vi o mundo ao meu redor
Não tenho nada a perder
As coisas são assim
Quase tudo que eu quero
Está mais longe de mim


Quantas vezes olhei em frente
E não, não vi o final
Quantas vezes tentei fugir
E não, não consegui



Então ninguém acredita em mim
Com um punhal no coração
Fui ao inferno e voltei
O tempo parou, abro os olhos rumo à luz
E o que vejo não, não me seduz

No dia em que eu nasci
Me vi num mundo e não
Não vi nada em mim
Muitas vezes penso em viver
Em minha lucidez não me basta entender




Quantas vezes olhei em frente
E não, não vi o final
Quantas vezes tentei fugir
E não, não consegui

(Incidencia Anonima)

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

My Monkey

Uma coisa é curti alguém...outra é idolatra. O Marilyn Manson é um cara super foda , adoro as músicas dele e sua visão de mundo...mais pow, tem gente que cai de quatro por ele e morreria por ele...(Bom, o máximo que eu faria pra ver um show dele no Brasil, é assalta um banco o.O)...
O Manson é um exagero de pessoa...e existem muitos que querem ser como ele, mais não percebem que são um exagero na  hora de Idolatra o cara...
Por fim, o Manson é foda mesmo...Motivação para muitos tambem serem, não só ficar tentando ser igual a ele ou "viver" o mundo dele.


"Eu tinha um macaquinho

Eu o mandei pra cidade e o alimentei com pão-de-mel
Junto veio um trem, bateu no meu macaco coo-coo
E agora meu macaco está morto
Pelo menos ele parece estar
Mas também, todos nós parecemos enfim
O que eu faço é o que eu sou,não posso ser para sempre
Eu tinha um macaquinho
Eu o mandei pra cidade e o alimentei com pão-de-mel
Junto veio um trem e bateu no meu macaco coo-coo
E agora meu macaco está morto
Pobre macaquinho
Fazer você....te quebrar......fazer você.....quebrar você...atenção
O que eu faço é o que eu sou, eu não posso viver para sempre
Nos somos nossos proprios deuses imorais
Com gs pequenos e paus grandes
Sadicamente e constantemente impondo uma baixa lei
Eu tinha um macaquinho e o mandei para a cidade
E o alimentei com pão-de-mel
Um trem veio junto e bateu no meu macaco coo-coo
E agora meu macaco está morto
O grito do primata em consoante é uma reflexão
Da dissonancia da sua propria mente"
(Marilyn Manson)

segunda-feira, 2 de novembro de 2009



Perdemos os sonhos...por acredita que eles nunca vão se realizar
Perde-se a vontade de continuar por pensar que nunca vai acabar
Um desafio me faço: " Tudo que eu começar, terminarei! "
Comecei com algo novo na minha vida...não sei se é o certo, mais vou continuar pra saber. O fim pode ser trágico, mais mesmo assim continuarei...
Eu sempre começo, mais nunca termino. Isso uma dia vai me prejudicar feio...
De começo, ganhei um violão já faz um bom tempo, fiquei bem empolgada e que iria aprender a tocá-lo...comecei a procurar ajuda na net, algum curso de violão, pedi pra amigos que sabiam tocar que me ensinassem, mais nunca vieram, enfim, estou até hoje dizendo que vou aprender, mais nunca corro atrás...
Só não quero desistir dos estudos ou então da faculdade ou algo do tipo, futuramente. Ou até mesmo do futuro...

"Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.
Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer"
(Bob Marley)

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Um grito de morte...




Preso em si mesmo...quem nunca esteve?
O seu silêncio amordaça o seu pedido de socorro...

Não há mais vida em seu redor,

Apenas o cheiro de morte por toda a parte.
Fechado no seu canto de olhos fechados,
Com medo de vê suas obras obscuras e sangrentas...
Levaram sua alma, é um pobre sem coração,
Nem mesmo lágrimas têm para chorar...
Ainda ouve os gritos na sua mente,
Que o ensurdecem neste silêncio solitário.
A palidez que cobre o seu rosto,
Chega a ser bela, entre este rio de sangue...


(Imagem: obra de Edvard Munch, nome da obra Madonna)


segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Perfeição!

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões...
Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação...


Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião...


Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade...


Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais...


Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E seqüestros...


Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã...

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração...


Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
Comemorar a nossa solidão...


Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada...


Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta
De bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar


A estupidez de quem cantou
Essa canção...
Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição!...

(Legião Urbana)

sábado, 26 de setembro de 2009

O tempo

Contar o tempo agora é meio errado já que o nosso tempo já esta acabando. Temos que aproveitá-lo e conhecer, o que depois não vai ter a mínima importância quando o tempo finalmente acabar...
Existem pessoas que não dão a mínima pro tempo...e acham que o mas fácil e aniquilar a vida que á dentro de si...
Essas são as pessoas que cresceram tendo uma vida fácil, mais quando a vida ficou um pouco difícil, procuraram o caminho mas fácil, se matando e deixando o maldito tempo pra traz...
A velhice pra todos é uma maldição onde rostinhos bonitos perdem o brilho de antes...onde nem os botox dão jeito mas...
Quero me excluir desses todos, e quero vê na velhice o melhor da vida...pois enfim venci o tempo. Cheguei no meu máximo...mesmo não estando com aparência de antes.
Ainda estou longe da pele enrugada...mas talvez possa ser só uma impressão minha...Porque o tempo não para.


Somos todos um mistério...querendo desvendar mistérios.

domingo, 20 de setembro de 2009

Ah...criação!


- Ah… criação! 
- Minha obra de arte. Meu trabalho vivo. Minha melhor realização. 
- Homens-bomba, padres pedófilos, empresários corruptos, atendentes de telemarketing…

...

Sem ideais, sem cores, sem luz, sem sorriso... sem ninguém em mundo cheio de gente. Os dias repetitivos, as semanas, os meses, o ano muda não sei como mas muda um pouco essa rotina... hoje é domingo e como deu pra percebe estou um tédio só, já me acostumei com ele...mentira...não me conformo com ele com esse tédio maldito, mas o que posso fazer se quem manda na minha vida ainda não sou eu...hunf. Nada de bom pra postar... além do que já postei antes desse. Vou mudar o rumo disso tudo, talvez até exclua esse. Não, não vou exclui-lo vai fica ai, onde esta, do jeito que esta. Talvez faça outro...sim outro, aqui falo o que penso e no outro das coisas que eu gosto... não esclareço o que penso neste pra não me expor tanto...mas acabo me expondo, então deixa... Ah...teve uma coisa interessante essa semana que me deixou de cabelo em pé. Aquele ser não identificado encontrado em Cerro Azul, no Panamá que acham que é um "ET"... Nossa o que será aquilo? Só que um bando de anta medroso matou a paulada, hunf... Puts, se eu visse aquilo na minha frente o máximo que eu faria é cai durinha no chão... o.o É realmente estranho e me assusta... ...

Maldito olhar...

Essa luz mergulha naqueles olhos e ilumina a sua alma... E eu a vejo. Apesar do medo de olha-la, algo encantador... assustador... a nela, um pedaço do inferno dentro daquele olhar. O medo de olha-lo e a vontade de fugir... o encanto ao mesmo tempo o assombro, e sem tocar em mim estou presa , pois é, o assombro daquele olhar que me prende, que me afoga nesse olhar, e que me mata... E tem algo errado em mim e tem algo errado nele. E também não a nada certo nos outros, que não sabem mais aonde estou, pois aqui não á mais eu, eu me perdi naquele olhar e morri nele...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Torniquete

Ela é feita de cabelos e ossos e pequenos dentes E acho que não posso falar Ela vem como um brinquedo aleijado Sua espinha é apenas uma corda Eu prendo todo nosso amor nessa chapa Prata firme como pernas de aranha Eu nunca quis que isso se arruinasse Mas moscas botarão seus ovos. Jogue seu ódio em mim Faça da sua vítima a minha cabeça Você nunca acreditará em mim Eu sou seu torniquete Síntese protética e borboleta Selado com costuras de virgens Se dói querida, por favor me diga Preserve sua inocência Eu prendo todo nosso amor nessa chapa Prata firme como pernas de aranha Eu nunca quis que isso se arruinasse Mas moscas botarão seus ovos. Jogue seu ódio em mim Faça da sua vítima a minha cabeça Você nunca acreditará em mim Eu sou seu torniquete Jogue seu ódio em mim Faça da sua vítima a minha cabeça Você nunca acreditará em mim Eu sou seu torniquete [Marilyn Manson]

domingo, 30 de agosto de 2009

Branco ou Preto

‹◦::◦›────‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›────‹◦::◦› ‹◦::◦›────‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›────‹◦::◦›
Eu não sei por que estou sorrindo agora, se de alegria ou tristeza! Só sei que não me sinto doce ou amarga Eu não sei pra onde vou ou de onde venho Não sei o que é pior, o doce ou o veneno, dependendo do momento Não sei no que acreditar nas mentiras ou nas verdades No ódio ou no amor Já não sei mais o que me amarga a vida, ou me adoça a alma Minha mente é como um labirinto, aonde me encontro prisioneira Eu já não sei mais se sou boa ou ruim Às vezes eu amo e odeio com a mesma intensidade A dúvida me enlouquece, me aborrece me enegrecendo a alma.
‹◦::◦›────‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›‹◦::◦›────‹◦::◦›

sábado, 15 de agosto de 2009

Bela existência

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.

E quase não evito que ela vá a falência, eu a encho de faca, botando-a em perigo...

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Sim, vale a pena viver... Não devemos deixar que o feio nos segue e não nos deixe ver o belo do mundo...

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.

Estou aprendendo a ser autora da minha...

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.

Sempre encontro...

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

...

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

Não sei se tenho...

É saber falar de si mesmo.

Saber eu sei...basta alguém querer ouvir...poucos param, só sabem falar...

É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

E estou sempre pronta para ouvi-los...

sábado, 8 de agosto de 2009

Se deixe presente...

Eu vou pegar na sua mão e aperta-la até quebrar... Eu vou sair de mansinho para essa tristesa não me achar... Fecho os olhos e vejo o mundo de malditos que eu vou matar O silêncio eu abortei e o barulho eu vou criar... Bato na cara de quem me nega um carinho por me amar... Pensando muito e agindo pouco Uma situação que eu quero mudar... e não me olhe deste jeito porque seus olhos eu vou arrancar E vou dá para algum cego que saiba apreciar... Deixe eu ouvir o seu silêncio, me desculpe eu só quero ajudar... Esqueço o mundo que se nega a dá um sorriso por me odiar E olhe....eu não quero a esmola dos seus ouvidos, eu quero a riqueza de sua atenção...

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Um mundo sem mascara...

Vejam só que desespero, eles comem sua própria carne para “viver”. Eles sim tem certeza de que isso é morte e não vida como muitos dizem...

Eles brincam com seus filhos nascidos mortos para se diverti, algo cruel... Mais não muito se soubessem que seriam mortos por essas crianças inocentes no futuro, e desmembradas por pura diversão...

“E ela é tão branca agora, branca como a neve, esta mais bela agora do que quando estava viva...E esse vermelho nos seus lábios estão mas naturais com seu sangue, do que com aquele batom barato que usava...” Já é doloroso abri os olhos agora...Agora que suas peles não estão mas em suas faces...A angustia é tão grande que acabam roendo os seus próprios dedos de pavor...

E eles saem a noite para um cemitério, ascendendo velas para aqueles felizes mortos. Sentem uma inveja daqueles defuntos, pois já não sentem a dor sem fim que eles sentem...

Os olhos da morte já perdeu o brilho de antes...A morte esta com a foice em seu próprio pescoço e se corta e se corta...mais ela se esquece que esta morta e de que nem mesmo esteve viva, sua dor apenas aumenta...

E os desmembrados passeiam pelas ruas, com seus vermes inseparáveis entrando e saindo de seus corpos...

Passeiam pelo vale dos mortos, procurando a tão querida morte...

Bem vindos!

Se entendeu é porque era pra entender,
Se não entendeu é porque não era pra você ter entendido ...