domingo, 31 de janeiro de 2010

Vontade...

...de vê o mar, de sentir a brisa que ele traz, de ouvir o som de suas ondas.

Porém, nem todas as vontades podem ser saciadas no momento em que sentimos, ou talvez nunca poderão. 
O tempo não espera, mas eu posso esperar o tempo... 
E os mares mas próximos de mim, não sumam nem venham ao me encontro, se puderem... pois eu irei a vocês.

(...)

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Tempos de chuva...

Hoje choveu muito...importa e não importa muito. Mas choveu...mas fica tranquilo, que eu não estou por de baixo d'água como na triste São Paulo.
Hm...hoje o dia também foi e não foi bom...Eu sai, fui praticamente só na esquina ¬¬' , mas sair e não foi só, fui com uma companhia muito boa/ótima/excelente/perfeita...Mais tambem, nada de impressionante. Esses dias estão meios chatos, mas nada que outros dias superem...ou na chatice ou com algo bom.

Eu li...>>

> Poema da resistência .

Quando o garfo come a colher,
E a faca apunhala,
A face refletida no prato,
O jantar acaba.

Retirado de um livro, aquele lá que o título em brasileiro é ... A longa e Difícil jornada para fora do Inferno.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Uma garota Lilas.

Ela é muito "educada"...com quem ela quer, e digo q não muita gente. Acho que ela tem algum problema com a janela do onibus, ela sempre senta do lado do corredor. Ela é legal. Diferente. Eu sou facilmente atraida por coisas diferentes.Ela é legal. Ela gosta dos animais, isso é bom. É raro. 
Agora é estranho falar de alguem que você não conhece. 
AAh. Ela adora gatos !! =X


Diga, quem você é me diga
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida
Tira, a máscara que cobre o seu rosto
Se mostre e eu descubro se eu gosto
Do seu verdadeiro jeito de ser
Ninguém merece ser só mais um bonitinho
Nem transparecer consciente inconsequente
Sem se preocupar em ser, adulto ou criança
O importante é ser você, mesmo que seja, estranho
Seja você, mesmo que seja bizarro bizarro bizarro
Mesmo que seja, estranho, seja você, mesmo que seja...By Pitty.








Híbridos.

E eu me tornei um verme agressivo sem causa ou juízo eu perco sempre a razão...
Mas como já foi dito
Por esse poeta de merda
Não estamos em tempos de compreensão...


[...]Maldita

domingo, 17 de janeiro de 2010

Coisas que não se pode dizer...

A vontade de sair...é muito grande. E é reprimida que se cresce com mas furia....
Do lado de gente limpa...que eu mais me sujo. Por onde passo deixa minhas pegadas...que somem entre tantas, de perdidos como eu. Um verme cresce...E vai crescendo a infecção. Ele é nojento, e falso...quando pensam que ele na infecta mas, é quando ele é mais podre...




Inventam modas, e tomam drogas...Estão todos paralisados...estão todos tapados...


E o verme agi, e cresce...sem muita dificuldades...Mas ele esta reprimido. E quando sair, fará muitos estragos...

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Um lugarzinho no meio do Nada??


Hoje, a “minha” bela cidade completou 394 anos de existência, e eu não posso deixar de fazer minha homenagem a ela, esta cidade que tanto amo... Belém!!

Amo Belém, não a trocaria por nenhuma cidade, ela uma cidade cheia de história, histórias muito interessantes por sinal (eu amo história, e as histórias de Belém são as que eu mais amo ouvir!). Na cidade existe ainda a arquitetura do seu tempo jovem, eu disse ainda, mas espero que continue como está. Ela se modernizou, mas não por inteiro, o que não precisa acontecer, ela é perfeita do jeito que está.
Belém não é só a arquitetura que é boa, também tem os pratos típicos, que são uma delícia, e o que eu mais amo e tomo todo dia ou quase todo dia é o Açaí...
A música, a música que rola por aqui, bom é uma decepção...Agora se for pra falar da música cultural daqui, é o Carimbó...que uma música com batidas de tambor, e é mais com batidas de tambor mesmo. Eu procurei no Wikipédia e lá dizia: Seu nome, em tupi, refere-se ao tambor com o qual se marca o ritmo, o
carimbó. E o Carimbó é isso...Daqui de Belém do Pará. É claro que não se ouve só isso aqui, o que toca bastante aqui é o Brega...Tecno Brega e etc. que não é o tipo de música que eu gosto, muito pelo contrario eu não suporto...


E hoje, 12 de Janeiro, Belém completou 394 anos de Existência, como já havia dito...Eu não pude ir comer o bolinho de 20 metros na cidade...por que eu moro em Ananindeua e também estava muito ocupada...e nossa, quem leu isso deve ter pensado que eu morava lá, mas não eu moro ao lado...na cidade ao lado!! Ei... mas nasci lá viu. ^^’
Para quem nunca viu a cidade, vos mostrarei por fotos...=D




 Praia do Murubira






Belém, Belém acordou a feira
que é bem na beira do guajará
Belém, Belém, menina morena
vem ver-o-peso do meu cantar
Belém, Belém és minha bandeira
És a flôr que cheira do grão pará

(COSTA, Tynnôko. "Flor do Grão-Pará")

É muita coisa??
Se quiser ver mais imagens...
http://www.flickr.com/groups/belem/pool/

domingo, 10 de janeiro de 2010

Palavras...

-->
Não é a árvore que abandona a flor
mas é a flor que abandona a árvore
Algum dia aprenderei a amar estas cicatrizes
ainda frescas da lamina ardente de suas palavras
você já ouviu o que eu te contei?
você já leu o que eu te escrevi?
você já ouviu o que nós tocávamos?
você já deixou entrar o que o mundo disse?
conseguimos essa distancia apenas para sentir seu ódio?
tocávamos para nos tornamos só pegadas no jogo?
quão cega você pode estar, você não vê?
você escolheu a longa estrada, mas estaremos esperando

...

(Bye Bye Beautiful - Nightwish)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Confissão diabólica de um roqueiro

Nome: Cleber
Enviada em: 08/09/2002
Local: São Vicente - SP,

Saudações.

Primeiramente me apresentarei.

Meu nome é Cleber, moro em São Vicente, litoral paulista, desde o meu nascimento.

Sou guitarrista. Não de uma banda de rock, mas de uma banda de black metal.

É por isso que estou escrevendo.

Li o artigo que está no site sobre o rock.

Não sei se é do conhecimento de vocês o que vem a ser o black metal... Bem deixa pra lá...

De qualquer forma, gostaria de agradecer a vocês por dizer que o Diabo é o pai do rock (música do Raul Seixas)!!!

Agora já que vocês acham que têm argumento tão bons, porque vocês não vão à comunidade Zadoque pra acabar com aquela palhaçada?

Vão lá com seus crucifixos e agua benta e quaisquer coisa que tiverem aí pr exorcizar o demonio que tá no corpo daquela molecada filha da (...) que toca heavy metal falando de cristo.

Heavy metal não foi feito pra falar de Cristo e sim pra falar do Demonio.

Heavy metal não é coisa pra cordeiro.

Cordeiro tem que seguir a lei de Deus e renunciar aos prazeres mundanos.

Vou lhes dizer algo.

Hoje em dia já não adianta fazer alertas deste tipo, não deixe seu filho escutar heavy metal pois é coisa do demonio.

Hoje em dia ninguém mais tem medo do demonio e muito menos respeito a Deus. Isso porque vocês católicos ou cristãos em geral, criaram um mundo onde o jovem já vive no inferno desde o nascimento.

Afinal de contas o que é um (...) pra quem já tá (...)????

A quantas guerras assistimos todos os anos????

Na Irlanda existe algumas das mais curiosas.

Cristão brigando contra cristãos.

Protestantes contra católicos.

Guerra ao som de canto gregoriano será que soa melhor do que ao som do Maniac Butcher ou do Marduk ou do Ophtalamia ou do Melechesh ou do Mayhen ou do Impaled Nazarene ou do Deicide ou do Morbid Angel ou do Empire of Souls????

Esse é o mundo no qual nasci. Lamento dizer mas é tarde demais pra querer voltar atrás.

O novo Aeon já começou. Não há mais nada que vocês possam fazer.

Exponecialmente o número de ateus e de religiões pagãs crescerá até um ponto em que o cristianismo será algo lembrado como mera mitologia.

Lembre-se que as religiões egipcias perduraram por milhares de anos e hoje são vistas como mitologia. É assim que o cristianismo será visto.

Esse império vai cair e é função minha, guitarrista de uma banda de black metal organizar o exercito que derrubará o mesmo. Sim revolução.

TENTEM IMPEDIR!!!!!

"FAÇA O QUE QUISERES POIS HÁ DE SER DA LEI"
ALEISTER CROWLEY...!!!!

Hail Satanic Victory!!!

Hail brazilian black (...) metal!!!!


[Retirado: http://www.montfort.org.br/index.php?secao=cartas&subsecao=quadro&artigo=20040811210938&lang=bra ]

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Borboleta cor de sangue.

 As árvores no pátio são pintadas em sangue
  Ela pendura os decapitados
   de cabeça para baixo pra drenar

Isso é apenas um jogo, isso é apenas um jogo
 Eu pensei que eu fosse uma borboleta
  Próxima a sua chama
 
Sentindo-se como uma criança e parecendo uma mulher
 Ela tem previsto uma tentativa de se matar
  Mas o ao final não deu certo.


Eu vejo meu horror refletido
  no pôr-do-sol do seu olhar vazio
   Eu vejo meu horror refletido...

(M. M.)

Perdi a cabeça em fim...

Quando eu tinha a cabeça no lugar...
Espera ai, quando foi isso...acho que nunca tive ela no lugar...
Mas eu sei que hoje foi o cumulo. Na proxima eu juro, me jogo na frente de um carro. Eu ando muito pertubada esses tempos...e com qualquer coisa eu explodo, com pessoas, vento, parede...tudo!
Desculpa?! Não vou pedir desculpas por hoje...Não me arrependo de que fiz no hoje...Não consigo pensar no que fiz e nem pensei antes de fazer...simplesmente fiz!



COISAS QUE EU SEI - Danni Carlos

Eu quero ficar perto
De tudo o que acho certo
Até o dia em que eu mudar de opinião
A minha experiência
Meu pacto com a ciência
Meu conhecimento é minha distração

Coisas que eu sei
Eu adivinho sem ninguém ter me contado
Coisas que eu sei
O meu rádio relógio mostra o tempo errado
Aperte o play
Eu gosto do meu quarto
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer na minha confusão
É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo ta fechado pra visitação

Coisas que eu sei
O medo mora perto das idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim não vou trocar de roupa
É minha Lei

Eu corto os meus dobrados
Acerto os meus pecados
Ninguém pergunta mais depois que eu já paguei
Eu vejo o filme em pausas
Eu imagino casas
Depois eu já nem lembro do que eu desenhei

Coisas que eu sei
Não guardo mais agendas no meu celular
Coisas que eu sei
Eu compro aparelhos que eu não sei usar
Eu já comprei
Ás vezes dá preguiça
Na areia movediça
Quanto mais eu mexo mais afundo em mim
Eu moro num cenário
Do lado imaginário
Eu entro e saio sempre quando eu tô afim

Coisas que eu sei
As noites ficam claras no raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes eu somente não sabia...
Agora eu sei...
Agora eu sei...
Agora eu sei...

...

sábado, 2 de janeiro de 2010

Vermelho e Branco

É incrivel como só saem merdas da nossa cabeça...
O que é arte? eu não sei...
A arte de fala? eu não sei...
A arte de agir? eu não sei...
E quem vai me ensinar a arte? eu não sei...
Eu só sei que nada sei...e é verdade, isso!
Talvez a única verdade que eu saiba do mundo...
que eu nada sei dele...
Há! e também sei que eu amo arte...e com ela muito quero aprender!! =D

Vou procura por aí, ventos bons que possam me guiar...Porque se eu ainda estou viva...é pra viver!
E é isso que eu vou fazer...pra que todo sofrimento que sofri e sofro...não seja em vão!


Por essas ruas já andei...
E várias faces avistei...
Porém nelas nada encontrei...

Bem vindos!

Se entendeu é porque era pra entender,
Se não entendeu é porque não era pra você ter entendido ...