sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Apatia

E assim foi quando eu virei as minhas costas para você
Cheia de sentimentos e pensamentos
Apenas desejando sair do seu lado e correr o mais rápido possível
E gritar e chorar
Mas nada disso eu fiz, porque apesar do desejo de drama

Não há nada de fato.


Por dentro

Nada
Apenas uma hemorragia intensa de sangue anêmico
Vômito em várias partes
Sujeira, muita sujeira e nada, nada de bom

Tudo errado
Chato, sem bitucas de cigarro, sem visão distorcida
Nítido demais e muita dor
Apenas a sensação de que tudo continuará assim

Me bata, me faça sangrar
Me jogue para os lobos
Fale o que de pior pensa de mim
Me machuque

Nada
Continuo caminhando apática por esse caminho que eu nem sei pra onde vai
Sozinha porque quero
E porque nada me interessa e a nada eu interesso

Essa força que me joga contra essa parede manchada de sangue
Meu sangue
Há sangue em mim e por toda a parte
E eu fico sentada da forma em que a queda me deixou
Olho para os lados sem procurar nada com os meus olhos vermelhos

Me levanto. E apenas continuo a caminhar por esse caminho que nada tem pra mim...

Bem vindos!

Se entendeu é porque era pra entender,
Se não entendeu é porque não era pra você ter entendido ...